Gestão democrática da escola: contribuição dos referenciais freireanos nas pesquisas acadêmicas (1992 a 2007)

Autor: Santiago, Cláudia Cristina Taboada Mathias

Primeiro orientador: Saul, Ana Maria

Resumo: A presente pesquisa, fundamentada em estudos da obra de Paulo Freire, busca compreender as repercussões teórico-práticas na gestão democrática da escola, por meio de pesquisas produzidas e consolidadas em teses e dissertações. Busca-se identificar a contribuição da obra de Paulo Freire na recriação de práticas educativas de gestão, considerando as categorias participação e dialogicidade, numa perspectiva crítica e emancipadora, a partir da produção acadêmica no período de 1992 a 2007. Este balanço possibilitará a organização e a análise na definição da gestão democrática em Paulo Freire, além de indicar possíveis contribuições de pesquisas para as transformações político-educacionais das escolas. Utilizou-se como fonte de dados o Banco de Dados da CAPES. Mediante seleção criteriosa dos trabalhos acadêmicos, foram identificadas 15 dissertações e 4 teses que abordam a Gestão Democrática, por meio de diferentes categorias: participação e democratização da escola, conselhos escolares, direção da escola, organização do trabalho escolar, autonomia da escola e educação de jovens e adultos. Os documentos da categoria Gestão Democrática da Escola mostram, de um lado, crises e problemas, como o pesado funcionamento burocrático do cotidiano da escola e as relações de poder no interior desta. De outro lado, especialmente nas análises de experiências, confirmam um crescente processo de democratização da educação e de sua gestão, assim como o reconhecimento da centralidade da escola e, na escola, da centralidade da aprendizagem na oferta de uma educação pública de qualidade.

Link para visualização da Dissertação: https://sapientia.pucsp.br/bitstream/handle/10201/1/Claudia%20Cristina%20Taboada%20Mathias%20Santiago.pdf